BeHaveMarketing

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

4 Etapas fundamentais do Marketing Interno - Ligar; Permitir; Autorizar; Assegurar.



LIGAR

O que é que faz uma pessoa, já reformada, percorrer quilómetros de distância só para se juntar aos ex-colegas da empresa para um almoço convívio ou uma outra qualquer comemoração? É a ligação que essa pessoa teve e ainda tem com a sua ex-empresa!


Este é o 1.o passo do Marketing Interno que é conseguir o envolvimento/ligação dos funcionários para a construção da marca da empresa, da implementação da Visão e Missão bem como dos objectivos a que a empresa se propõe.
A alta direcção das empresas tem uma grande responsabilidade ao construir e transmitir a “Cultura” de uma empresa. Uma empresa com Cultura forte não vê os seus funcionários abandoná-la! Pelo contrário! Eles sentem-se ligados a ela!


Steve Jobs, o conhecido fundador da Apple era um perito em comunicação. Muito se tem falado e escrito do seu génio mas não se pode negar a qualidade que tinha em partilhar aos seus funcionários (e ao público em geral) a história das suas marcas e produtos. Ao transmitir esses valores aos funcionários eles tinham algo em que acreditar


A sensação de pertencer a algo está no topo das necessidades dos colaboradores das empresas. Não se sentem afastados das decisões, colaboram melhor no dia-a-dia das empresas e assumem uma responsabilidade que os obriga a puxar por outros colegas para uma causa comum. Assim a empresa trabalha a uma só voz!


PERMITIR


“Não é política da nossa empresa”!

“Esse sector pertence a um outro colega”!


Esqueça os memorandos e procedimentos ridículos que só irritam os clientes! Eles querem apenas consumir o seu produto ou serviço. As regras não se dirigem a eles e por isso os clientes não devem ser vítimas dos procedimentos internos das empresas.

Crie um bom ambiente de trabalho e motive os seus funcionários. Implemente regras e procedimentos que tenham a ver com a segurança e bem estar dos funcionários e clientes mas elimine todas as outras que não tragam valor ao bom funcionamento da empresa. Permita que os seus funcionários se foquem na satisfação dos seus clientes.



 AUTORIZAR


As empresas têm que estar preparadas para que os funcionários possam cometer alguns erros.

Digam-lhes o que têm que fazer mas não como fazer. Assim eles farão bem o seu trabalho, agirão responsavelmente e contribuirão para o sucesso da empresa.

Os funcionários bem formados e treinados são pessoas como as outras. Se lhes for dada autorização e poder para agirem, tomarem decisões com mais risco agirão com orgulho e responsavelmente.
Eventuais erros serão largamente compensados pela actuação atempada no sentido da satisfação do cliente.

ASSEGURAR

Ao criar-se um bom ambiente de trabalho e autorizando os funcionários a tomar as decisões certas não se está a dizer que eles devem fazer o que lhes apetecer. Há que se assegurar que há objectivos a atingir e providenciar uma orientação clara do que se pretende. 

Quando os objectivos são atingidos deve haver lugar a recompensas e reconhecimento.

Se, pelo contrário os mesmos não forem atingidos não deverá haver lugar a punição.

É hora de redefinir esses mesmos objectivos, implementar eventual trabalho de “coaching” para aumentar a performance e, no final avaliarem-se novamente os resultados.
Se ainda não fez, implemente estas etapas de Marketing Interno na sua empresa. 
Verá que os seus funcionários trabalharão mais motivados e isso reflectir-se-á nos resultados finais do seu negócio.
Com os meus cumprimentos,
Bibliografia: Internal Marketing de Pervaiz K. Ahmed ; Light their Fire, de Susan M. Drake.