BeHaveMarketing

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

10 Sugestões para escrever Cartas eficazes aos seus clientes





Quando foi que enviou uma carta a um cliente ou prospect pela última vez? Há já algum tempo, certo?

Vivemos na era da Internet! Os tradicionais meios de comunicar directamente com os clientes mudaram radicalmente nos últimos anos! Agora existe o Inbound Marketing no qual se utilizam determinadas ferramentas, como as redes Sociais, os Blogues, a Internet em geral, para se publicarem conteúdos que interessem ao público-alvo e, assim, chamarmos a sua atenção para o nosso produto ou serviço. 

Este é um método corrente, que pode propagar a sua mensagem de uma maneira viral e permite atingir o seu mercado de uma maneira muitíssimo mais rápida e com custos de contacto muito mais baratos. Mas, será que escrever uma carta a um cliente/prospect está fora de moda? Tem que ser tudo por e-mail?

A resposta é não! Não tem que ser tudo por e-mail! De acordo com a sua estratégia de comunicação e com os objectivos que definiu, o envio de uma carta, neste momento e face à maior predominância da comunicação electrónica será uma mais-valia. Se o seu negócio for Business to Business terá ainda mais sucesso (o que não invalida a que prossiga uma estratégia de Inbound Marketing)! 

De todas as mensagens de Boas Festas que recebi no Natal passado (quase todas enviadas por e-mail e SMS’s) lembro-me essencialmente de um postal (o único que recebi) enviado pelo meu amigo Paulo e esposa para minha casa! Fez toda a diferença (na verdade é a única mensagem de que me lembro verdadeiramente!)!

Hoje em dia, a probabilidade de uma carta ir para o chamado “arquivo vertical” (também conhecido pelo cesto do lixo) é menor do que a sua comunicação electrónica ser considerada de Spam! Os gestores e os consumidores em geral recebem hoje muitíssimo menos cartas “físicas” do que anteriormente.

Uma das principais tarefas de um gestor, logo pela manhã é abrir a sua caixa de correio electrónico e separar o trigo do joio das imensas mensagens que recebem! Para chamar a sua atenção precisa de se esforçar imenso pois no meio de tanta mensagem importante, a sua terá que primar pela diferença, caso contrário o que acontecerá será o receptor carregar numa tecla que diz “delete”! Por isso, e ao contrário do que acontecia há uns anos atrás, se quer chamar a atenção do seu interlocutor ou começar uma relação comercial, recomendo vivamente que lhe escreva uma carta.

Mas para que uma carta funcione é necessário um “copy” adequado e que siga os passos fundamentais para o sucesso. Na apresentação que anexo, passo a apresentar algumas sugestões básicas para escrever cartas eficazes aos seus clientes ou prospects. São sugestões que se podem facilmente adaptar a quaisquer outros tipos de comunicação como e-mail, anúncios, posters, etc.

Bom Marketing, Bons Negócios!

Cordialmente,

Jorge Conceição
BeHave Marketing


PS: se gostou deste artigo pode seguir-nos no Facebook.